• Black Facebook Icon
  • Instagram Social Icon

1/5

Processo de Registro do Bem Imaterial Festa do Senhor Bom Jesus : : Bueno Brandão/ MG

Registro é a declaração de que o bem, de natureza imaterial, se encontra sob proteção oficial, mediante seu registro em livro próprio do órgão de proteção ao patrimônio cultural. Elaboração do dossiê de registro de bem cultural imaterial, contemplando o acompanhamento do rito legal (trâmites de notificação ao proprietário, inscrição o livro do registro) e na elaboração da parte técnica: pesquisa histórica, análise dos aspectos sociais, etnológicos e culturais.

 

Produção de documentação audiovisual e levantamento fotográfico. Elaboração do plano de salvaguarda contemplando medidas de valorização e salvaguarda adequadas às demandas de preservação do bem cultural. No ano de 2011, a equipe o3L foi responsável pela elaboração do processo de registro da Festa do Senhor Bom Jesus, no município de Bueno Brandão, em atendimento à proposta encaminhada pelo Conselho Municipal de Patrimônio Cultural. A iniciativa do Conselho Municipal surgiu em decorrência da relevância da Festa do Senhor Bom Jesus para a comunidade local. Tendo em vista que o evento festivo em homenagem ao padroeiro é uma tradição que persiste há aproximadamente dois séculos, a ação veio com o objetivo de apoiar e encorajar a continuidade da realização do festejo. Considerando a popularidade e a importância do evento para a sociedade bueno-brandense, a celebração foi identificada como uma referência significativa num conjunto de expressões artísticas e culturais, contribuindo para a formação do patrimônio e da identidade cultural do município. O trabalho realizado pela equipe de técnicos foi baseado em bibliografia específica sobre o tema, pesquisa de campo, conversas informais com a população, bem como através de consulta aos órgãos municipais e estaduais responsáveis pelo Patrimônio Cultural. Somam-se ao registro documentação gráfica constituída por um considerável acervo fotográfico (fotografias antigas e recentes), planta da delimitação da área de ocorrência da manifestação e o processo administrativa de registro.

Equipe:

Coordenação Geral e RTs:

Arquiteto e Urbanista Frederico Prates

Arquiteto e Urbanista Daniel Quintão

Colaboração:

Setor de Proteção do Patrimônio Cultural de Bueno Brandão

Historiadora Kelly Rabelo (Parte Técnica do Processo)